22 de dez de 2012

Matéria traduzida da revista Mizz


A edição de Dezembro da revista Mizz trás uma super novidade sobre Miley Cyrus. Além de ter estampado a capa da revista, ainda podemos conferir uma grande entrevista dela. Confira abaixo:

Seu novo cabelo platino-loiro causou um grande alvoroço - você esperava que teria uma reação tão forte?
Eu sabia que seria assim, porque desde o início dos tempos, toda mulher considerada quente teve cabelo comprido. E eu acho que está tão por fora porque se alguém tiver a confiança para cortar o cabelo, automaticamente se torna mais compreensível porque não é tímido, eles têm uma noção de quem eles são. Além disso, eu sinto que as pessoas podem olhar para mim e me conhecer melhor e ter uma noção de quem eu sou, mais do que quando eu tinha o meu cabelo comprido. Eu não representava quem eu era de alguma forma. Eu usava um coque durante o dia todo, porque eu não sabia mais o que fazer com ele. Então as pessoas olhavam como se eu não cuidasse de mim mesma, ou não dedicasse um tempo para quem eu queria ser.
Qual foi a reação do seu noivo?
Liam [Hemsworth] foi realmente o melhor, porque você ouve toda a sua vida que as mulheres devem ter o cabelo longo, lindo. E todo filme que você vê, a garota quente dos sonhos tem o cabelo comprido. Talvez seja a velha Hollywood, talvez seja isso. Mas agora é um look diferente e muito melhor para ver o rosto de alguém. E é preciso coragem para fazer isso. Não é assustador, mas é definitivamente uma descarga de adrenalina quando se está pegando a tesoura para o cabelo. Leva um longo tempo para voltar a crescer. Eu acho que essa é a parte assustadora.
Você está focando em sua música no momento?
Meu próximo disco está basicamente pronto – nós estamos apenas tentando descobrir o single. Eu quero que meu single seja algo que representará o álbum todo, e não algo que seja sucesso por duas semanas. Eu realmente quero que seja algo que me dê motivo para ter orgulho.
Conte-nos sobre o vídeo que você lançou para Decisions, sua faixa com Borgore – tem você beijando Liam que está vestido de unicórnio!
Ele não queria apenas estar em um vídeo de festa. Então eu disse: “Use um disfarce! Seja um unicórnio e faça comigo!”. Foi muito estranho beijar um unicórnio. Minha língua estava indo em um unicórnio de plástico [máscara] a noite toda! Nós não tivemos nenhum figurante, todas as pessoas no clube eram nossos amigos, e trabalharam por cerveja e pizza e bolo! Era como estar em uma festa.”
É bom ter uma base internacional de fãs?
É, porque eu sinto que as pessoas na Europa sabem quem eu sou e não uma típica americana, mantendo tudo engarrafado. Meu lugar favorito para performar é Londres. Eu posso ser quem eu sou e a moda é mais comigo. E os britânicos entenderam o novo penteado antes de qualquer um!
Qual foi o primeiro álbum que você comprou, e quem foram seus ídolos?
Eu fui e peguei os dois CDs mais aleatórios. A primeira vez que fui, fui com minha irmã mais velha e meu irmão mais velho. Eu comprei Britney Spears com minha irmã mais velha porque isso foi legal para ela. E eu estava tão animada [quando fui com meu irmão] para obter um álbum Blink 182 com um adesivo do Parental Advisory. Eu achava que estava tão durona indo para a escola com o meu registro explícito – ha!
É justo dizer que você sabia desde cedo que estava marchando para a sua própria melodia?
Sim, minha mãe diz que ela me ouvia falando sozinha no meu quarto. E eu não estava falando comigo mesma, eu estava escrevendo músicas. Mas ela acha que eu estava sendo uma aberração! Mas eu estava escrevendo poesias ou algo assim. Eu sabia que eu era diferente.
Qual é a coisa mais ridícula que você já ouviu sobre você mesma?
Eu morro toda semana! Eu acordo e minha mãe está tipo “Eu estou tão cansada disso!”. Isso realmente quebra minha mãe quando as pessoas mandam mensagens para ela e não colocam em contexto o que leem. Eles só dizem: “Miley está ok? Nós lemos blá blá blá…” e então ela fica uma pilha de nervos. Quando eu tinha 15 anos, eu devo ter ficado grávida oito vezes. Eu deveria ter 27 crianças por cada história que saiu. Estou grávida ou morta toda semana, ou então vou terminar com o meu namorado, o que é muito estranho”.
Você tem um prazer culposo?
Doces! E eu comecei a assistir todos esses documentários de alimentos saudáveis, então estou tentando me livrar disso. Há agora uma mistura de Kit Kat e Reese [manteiga de amendoim doce] que é tão ruim para você e eu não consigo parar de comê-los! Liam realmente tem um paladar ótimo para doces, de modo que não ajuda.
Qual é a carta mais estranha que você já recebeu?
Eu tenho uma mensagem muito estranha que recebi esses dias. Ela foi entregue na minha casa. Eu fico realmente animada quando recebo cartas, então eu corri para baixo, gritando, “Eu recebi uma carta!”. Mas era de alguém que eu não conhecia que tinha acabado de me enviar fotos de mim mesma, dizendo “Nós achamos que você está linda nessas fotos, que você pode querê-las”. Eles não queriam que eu assinasse-as ou qualquer coisa, eles só queriam me dar fotos de mim mesma. Eu fiquei tipo “Eu tenho muitas!”. Foi a coisa mais estranha. E então eles me mandaram uma foto do meu próprio cão e disseram “Não se parece com seu cão, Ziggy?”. Eu sei o que meu cão parece! Tão estranho.
Você atuou em A Super Agente, sobre uma jovem detetive particular que passa a viver em uma casa de fraternidade. Isso te deixou algum arrependimento por não ter ido para a faculdade?
Eu estou definitivamente feliz que eu nunca estive em uma irmandade, porque era um monte de energia e um monte de meninas. Porque as garotas do filme são meninas do grêmio de verdade. Então eram loucas meninas de New Orleans legítimas! Na verdade, foi muito divertido, porque mesmo estando lá, eu não tive que viver nele, eu podia voltar para meu quarto e fazer minhas coisas. Com isso é que eu não poderia lidar, não ter o meu próprio espaço, todas aquelas beliches juntas. As amizades com clima de família, eu gostaria de ter tido isso. Ou uma companheira de quarto menina, mas eu não acho que teria acabo bem. Eu ficaria jogando coisas!
Você efetivamente interpreta duas personagens – a detetive, Molly, e Brook, a garota que se torna da irmandade para o seu trabalho disfarçado. Você se identifica mais com qual delas?
Definitivamente com Molly, porque como ela reagiu era como eu me sentia sobre irmandades antes de eu começar a fazer o filme. Eu pensava que era um bando de garotinhas correndo rindo, e parecia um pesadelo. Mas eu descobri o quão inteligente essas meninas realmente são. E o vínculo que elas têm. Perguntamos para elas qual era a coisa menos favorita delas sobre filmes de grêmios e elas disseram: “Nós não somos estúpidas, estamos todas na faculdade!”. Então tentamos mostrar o coração da relação entre as meninas.
Confira alguns scans da revista clicando nas miniaturas abaixo.
            
Thanks for everything, MileyCyrusBZ.

0 HM comentarios:

Postar um comentário