1 de jul de 2012

MTV: SEM OUVIR, ESTAMOS OBCECADOS PELO NOVO ÁLBUM DE MILEY

Matéria:  – MTV
Traduzido e Adaptado por: MCyrus.com
Desde que o álbum  de estúdio de Miley Cyrus, Can’t Be Tamed de 2010 foi lançado, tem sido como um “permanent december” à espera de algumas novas faixas de Miley para incendiar meu iTunes. Então, eu fiquei super feliz quando ela anunciou este mês planos para gravar seu quarto álbum, que vai soar “muito adulto e sexy”. Caramba!
Mas um álbum sexy, adulto, é exatamente por sua vez, o direito de Miley, que tem 19 anos e está prestes a se tornar uma esposa. Ela está crescida de seus tempos de Disney, e ela tem uma lista de produtores urban-pop no comando para ajudar a desenvolver o som, levando-me a acreditar que isso poderá exigir um esforço ainda maior de Miley. E é por isso que eu estou olhando para trás na evolução artística de Miley, e ansioso para ver o que o futuro reserva. It’s a liberty walk e estou apoiando 100% a liberdade de Miley.

É sempre um pouco estranho ver nossos ídolos jovens crescerem, não é? Como a estrela da série original do Disney Channel, Hannah MontanaMiley Cyrus começou como uma dentuça e adorável garota pateta com um sotaque surpreendentemente caipira sensual que puxou de seu pai, a estrela country Billy Ray Cyrus. Quando ela começou sua carreira musical, Miley fez músicas estridentes como “GNO“, mas até mesmo o seu primeiro single grande, “See You Again“, foi surpreendentemente cativante, uma confecção de dance-pop que capturou o constrangimento da adolescência em seu refrão.
Desde então, a jornada de Miley não foi livre de polêmicas, embora eu acho que ela é, muitas vezes, levada mais a prova de balas do que ela merecia por um comportamento que é normal quando se trata de uma atriz adolescente. Mais importante, porém, como escrevi neste espaço antes, ela manteve uma voz importante nas questões como o casamento do mesmo sexo, questões de imagem corporal e até mesmo a ocupação da Wall Street – audaciosa, dada a inclinação conservadora de alguns fãs dela. Ela é ferozmente opinativa, mesmo quando suas opiniões são impopulares. E a paixão de Miley se sente de alguma forma autêntica [...]
A música de Miley, também, tomou algumas voltas inesperadas. Seu último álbum, Can’t Be Tamed, foi criminosamente subestimado, um esforço excepcional pop com a produção fria em bangers de dança épicos como “Two More Lonely People” e “Who Owns My Heart” e baladas sugestivas como “Take Me Along” e “Stay“. Mais atraente, porém, foi seu cover de Bob Dylan, “You’re Gonna Make Me Lonesome When You Go“, uma interpretação impressionante linda, o violão e a voz. Violão pensativo injetado com uma profundidade emocional que traiu sua idade e experiência. Metade de mim estava esperando que seu próximo lançamento fosse um álbum de country acústico, só assim eu conseguiria ouvir mais do que isso.
Em vez disso, Miley está indo em um sentido urban-pop. Embora ela esteja trabalhando com muitos produtores, os únicos anunciados até agora são Pharrell e Hit-Boy, mas ela pode ter um dueto com o cantor de  hip-hop, Mac Miller em seu novo trabalho. Miley nunca perseguiu um som assim antes, o que é uma prova de sua intrepidez artística que ela pode evoluir do dance de Can’t Be Tamed para um cover de Bob Dylan para uma compilação de caridade e evoluir para um pop/hip-hop com Hit-Boy (o mentor que criou “Niggas in Paris” de Jay-Z e Kanye). Pharrell, também, é um dos jogadores mais inovadores e dinâmicos no jogo de produção. Sua faixa “Twisted” no mais recente álbum de Usher foi um destaque soul-retrô, e ele está trabalhando com alguns colaboradores menos óbvios, como Adam Lambert e Scissor Sisters.
Por estas razões, eu acho que é seguro assumir que Miley, que aparece mais feliz do que nunca (brilhando) e que tem trabalhado duro no estúdio de gravação (e nos prometeu um novo álbum antes de seu casamento com Liam Hemsworth), está pronta para colocar para fora o melhor trabalho de sua carreira musical. Miley tem apenas 19, mas ela já está no setor há quase dez anos, e ela merece fazer músicas que ela gosta. Eu nem sequer ouvi o álbum, e eu já estou numa espécie de obsessão por ele.

0 HM comentarios:

Postar um comentário